Polícia investiga denúncia de feminicídio em aldeia de MS

Depois de atender uma ocorrência de suposto suicídio na Aldeia Bororó, na Reserva Indígena Federal de Dourados, onde uma mulher foi encontrada com uma corda no pescoço e ainda com sinais de vida, na madrugada deste domingo (28), a polícia agora investiga uma denúncia de feminicídio. Segundo ocorrência registrada na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento […]
| 29/03/2021
- 14:46
Polícia investiga denúncia de feminicídio em aldeia de MS
Testemunha procurou a Delegacia da Mulher para denunciar feminicídio.(Foto: Divulgação). - Testemunha procurou a Delegacia da Mulher para denunciar feminicídio.(Foto: Divulgação).

Depois de atender uma ocorrência de suposto suicídio na Aldeia Bororó, na Reserva Federal de Dourados, onde uma mulher foi encontrada com uma corda no pescoço e ainda com sinais de vida, na madrugada deste domingo (28), a polícia agora investiga uma denúncia de .

Segundo ocorrência registrada na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados, quando a equipe do Samu (Seviço de Atendimento Móvel de Urgência) esteve no local, Jânia Leite Ricarte, de 21 anos já estava morta e o caso inicialmente foi registrado como suicídio.

Ainda de acordo com a informações registradas na Depac, a vítima teria sido encontrada pelo próprio marido, nas proximidades da Vila Olímpica, que saiu para buscar ajuda de outras pessoas, que relataram que tiveram que  arrebentar a corda com os dentes, quando Jânia ainda respirava.

Entretanto, uma testemunha procurou a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) e relatou à polícia que a jovem foi morta pelo marido, que contou com a ajuda da sogra para cometer o crime. Além da Polícia Civil, a Força Nacional também acompanha o caso.

Veja também

Foto mostra perfuração de disparo de arma de fogo contra helicóptero da Casa Militar, do...

Últimas notícias