Polícia

Polícia flagra criação de porcos próximo de área de nascente de córrego

Atingia área protegida de nascente de córrego

Diego Alves Publicado em 22/09/2021, às 00h13

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) fechou uma pocilga com 30 porcos dentro da cidade e que atingia área protegida de nascente de córrego e autuou infrator em R$ 5 mil. Policiais ambientais receberam denúncias de que um morador do bairro Florestal mantinha uma criação de porcos no perímetro urbano, prejudicando toda a vizinhança. Uma equipe foi ao local ontem (20) à tarde, confirmou a denúncia e verificou que havia 30 porcos na pocilga e muita lama suja, de onde se exalavam odores ruins por toda a vizinhança.

Além do mais, os Policiais verificaram que o chiqueiro estava dentro de área protegida por lei de nascente do córrego Engano, que se trata de área de preservação permanente (APP). As atividades foram interditadas e foi ordenada a remoção dos animais. O infrator de 51 anos, residente próximo ao local, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5 mil. Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente – APP), com pena prevista de um a três anos de detenção.

Jornal Midiamax