Polícia

Polícia fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei

Diego Alves Publicado em 11/04/2021, às 13h54

PMA
PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) fechou uma serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei prejudicando a vizinhança e autua proprietário em R$ 5 mil, em Dourados, cidade a 220 quilômetros de Campo Grande.

Após receberem denúncias de vizinhos importunados por barulho excessivo, policiais ambientais fecharam uma serralheria que funcionava sem autorização do órgão ambiental competente, no centro da cidade de Fátima do Sul.

Segundo a polícia, a atividade recebia diversas reclamações relativas a ruídos e a PMA realizou a aferição com uso de decibelímetro e os ruídos variaram entre 74 e 95 decibéis, em local que se permitem apenas a 55 decibéis.

As atividades foram paralisadas e o proprietário foi notificado a apresentar projeto junto ao órgão ambiental para legalização da empresa. O infrator, de 68 anos, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5 mil. O autuado poderá responder por crime ambiental. A pena prevista é de um a quatro anos de reclusão.   

Jornal Midiamax