Polícia

Piloto de helicóptero que fez pouso de emergência é ouvido pela PF e liberado

Ele fez o pouso em uma propriedade rural

Renata Portela Publicado em 15/04/2021, às 14h30

Aeronave deve ser retirada do local com auxílio de guincho
Aeronave deve ser retirada do local com auxílio de guincho - (Foto: Ponta Porã News)

Ainda na manhã desta quinta-feira (15), piloto de 56 anos que fez um pouso de emergência no distrito de Nova Itamarati em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, foi ouvido e liberado pela Polícia Federal. Ele precisou fazer um pouso forçado.

Segundo relato do piloto aos policiais federais, ele havia saído de Avaré (SP) com o helicóptero R-66, matrícula PR-HMR, cadastrado como propriedade da Ultra Pilots Táxi Aéreo. Ele acabou perdendo o controle da aeronave enquanto tomava água e segundo o Ponta Porã News, bateu em um fio de alta tensão.

Após o acidente ele precisou fazer o pouso forçado. Quando pousou, o piloto foi detido por policiais militares, que não identificaram irregularidades na aeronave. Como o homem não tinha plano de voo e o helicóptero poderia ser usado para algo ilícito, ele foi encaminhado para a PF em Ponta Porã.

A situação do piloto perante a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) está regular. A aeronave não tem condições de voo, pois sofreu avarias durante o choque com a rede elétrica, por isso deverá ser retirado do local com ajuda de um guincho.

Jornal Midiamax