Polícia

Papagaio maltratado era mantido ilegalmente e mãe de adolescente é multada em R$ 9 mil

Protetora Luisa Mell expôs caso em redes sociais e menor foi apreendido pela PM

Fábio Oruê Publicado em 20/04/2021, às 16h22

Papagaio será trazido para o Cras e cadela está sob cuidados de outro tutor
Papagaio será trazido para o Cras e cadela está sob cuidados de outro tutor - Foto: PMA/ Divulgação

A mãe do adolescente de 13 anos apreendido por maltratar um papagaio e uma cadela, em Água Clara, foi multa em R$ 9 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental), nesta terça-feira (20), pelos crimes cometidos contra os animais. O papagaio era mantido em cativeiro ilegalmente na casa. 

A equipe da PMA foi até à genitora do adolescente, de 46 anos, e constatou que o papagaio era mantido em cativeiro ilegalmente. A mulher foi autuada e multada em R$ 5 mil por esta infração. Ela ainda foi responsabilizada pelos maus-tratos praticados pelo adolescente com multa de R$ 3 mil e R$ 1 mil respectivamente pelas infrações contra o papagaio e à cadela.

A ave e a cachorra foram apreendidas, sendo esta última cuidada por outra pessoa na cidade. O papagaio será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande.

O caso

O menor de idade foi sido detido pela Polícia Militar e Polícia Civil do município depois de ele mesmo ter feito um vídeo e postado nas redes sociais praticando ato de maus tratos, na manhã de ontem (19). No vídeo o adolescente coloca o papagaio dentro de uma churrasqueia e força ato de zoofilia com a cadela.

O vídeo chegou até a protetora de animais Luisa Mell, que expôs o caso em seu instagram, ganhando repercussão nacional após a divulgação.

O adolescente responderá por ato infracional de maus-tratos. A pena prevista para maus tratos a cães e gatos é muito mais restritiva do que para outros animais, sendo de dois a cinco anos de reclusão. Para o caso do papagaio e outros animais é de três meses a um ano de detenção.

Segundo a PMA, o crime de maus-tratos não é definido só para quem bate, ou de alguma forma causa injúria momentânea ao animal e a população cada vez mais passou a denunciar as pessoas que praticam esses crimes. 

Jornal Midiamax