Polícia

Padrasto atacado por rapaz a golpes de canivete segue na área vermelha da Santa Casa

Homem de 41 anos, vítima de tentativa de homicídio pelo enteado na manhã de domingo (31), continua em estado grave na Santa Casa. O crime aconteceu no Conjunto Habitacional Jardim Talismã e o rapaz de 24 anos foi preso em flagrante. Conforme as informações do hospital, a vítima deu entrada encaminhada pelo Samu (Serviço de […]

Renata Portela Publicado em 01/02/2021, às 13h16

(Foto: Arquivo, Midiamax)
(Foto: Arquivo, Midiamax) - (Foto: Arquivo, Midiamax)

Homem de 41 anos, vítima de tentativa de homicídio pelo enteado na manhã de domingo (31), continua em estado grave na Santa Casa. O crime aconteceu no Conjunto Habitacional Jardim Talismã e o rapaz de 24 anos foi preso em flagrante.

Conforme as informações do hospital, a vítima deu entrada encaminhada pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ele tinha ferimentos por arma branca no tórax, braço esquerdo e cabeça. Ainda nesta segunda-feira (1º), ele segue na área vermelha.

De acordo com o hospital, a vítima está intubada, sob cuidados da cirurgia geram e torácica que passou e aguarda melhora do quadro para novos exames e procedimento ortopédico.

Tentativa de homicídio

Conforme boletim de ocorrência, os guardas foram acionados para atendimento diante da informação de que havia um homem com uma faca na porta de um prédio, tentando entrar no local. Quando a equipe chegou, descobriu se tratar do autor que havia acabado de esfaquear o padrasto e fugido.

Lá também estava uma equipe do Samu prestando socorro à vítima. Com ajuda de um familiar, os guardas passaram a fazer buscas pelo agressor e foram até a casa do primo dele, onde foi localizado tomando banho.

O rapaz estava com cortes nas duas mãos, tendo em vista que enquanto agredia o padrasto, o canivete fechava e também o feria. Ele confessou o crime, apontou onde estava a arma usada e foi preso em flagrante, sendo encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro.

Jornal Midiamax