Polícia

Mulher procura delegacia após motorista de aplicativo passar as mãos em suas pernas durante corrida

Motorista ainda teria dito que a mulher e a filha dela de 7 anos eram muito bonitas e perguntou se moravam sozinhas

Thatiana Melo Publicado em 03/06/2021, às 07h34

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Uma mulher de 24 anos procurou a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) nesta quarta-feira (2), depois de ser assediada por um motorista de aplicativo durante uma corrida na saída de um supermercado em Campo Grande.

No relato da jovem na delegacia, ela disse que estava junto da filha de 7 aos fazendo compras em um supermercado quando na saída pediu por uma motorista de aplicativo, mas um outro carro chegou ao local e o motorista disse que podia fazer a corrida já que estava sem passageiro.

Ela, então, aceitou e durante o trajeto, o homem ficou fazendo perguntas a vítima, se ela morava sozinha, com quem morava e que tanto ela como a filha de 7 anos eram muito bonitas. Ele ainda perguntou o endereço da casa dela, e quando a mulher forneceu, o motorista mudou o trajeto.

Receosa, ela pediu para que ele a deixasse próximo a uma escola perto da Base Aérea, sendo que neste momento, o homem passou as mãos em suas pernas. Ela desceu junto da filha e ao contar para o marido o que havia acontecido acabou indo na delegacia registrar a ocorrência de importunação sexual.

Jornal Midiamax