Polícia

Motorista de aplicativo agredido em corrida aguarda cirurgia neurológica na Santa Casa

Motorista foi agredido na noite deste sábado, após defender duas passageiras vítimas de assédio

Ranziel Oliveira Publicado em 01/08/2021, às 12h40

Fachada da Santa Casa
Fachada da Santa Casa - (Foto: Divulgação / Santa Casa)

Está aguardando cirurgia neurológica na Santa Casa de Campo Grande o motorista de aplicativo, de 35 anos, agredido na noite deste sábado (31), após defender duas passageiras vítimas de assédio, durante uma corrida por aplicativo.

Conforme a Santa Casa o paciente deu entrada às 1h 33m deste domingo (1), vítima de agressão física e com trauma cranioencefálico.

Devido à gravidade dos ferimentos, está prevista uma cirurgia neurológica para tratamento da fratura temporal, neste domingo (01). O paciente segue internado e com quadro de saúde estável, consciente e orientado, aguardando a cirurgia.

O caso

Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atendimento de possível a um motorista de aplicativo na região do Jardim Colúmbia. No local, o motorista não estava mais, mas colegas dele informaram que ele havia entrado em luta corporal com um passageiro e estava ferido. Assim, os policiais foram até a casa do motorista.

Ele foi localizado e explicou aos policiais que durante uma corrida, ele levava um homem e duas mulheres. Em dado momento, este homem passou a assediar as passageiras, motivo pelo qual o motorista precisou intervir. Eles discutiram e entraram em luta, oportunidade em que o motorista caiu e bateu com a cabeça no chão, causando ferimento.

Foi acionada uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para prestar os primeiros-socorros ao motorista. Em seguida, foi registrado boletim de ocorrência junto à Polícia Civil. Assustado e confuso, o motorista não conseguiu dar detalhes sobre as características do autor. As mulheres foram embora durante a confusão.

Jornal Midiamax