Polícia

Juiz marca data para ouvir ambulante que distribuída anabolizantes no camelódromo de Campo Grande

Réu foi preso com várias mercadorias não autorizadas pela Anvisa

Renan Nucci Publicado em 22/07/2021, às 10h45

None
Foto Ilustrativa

O juiz Roberto Ferreira Filho, da 1ª Vara Criminal de Campo Grande, determinou para o próximo dia 13 de setembro a audiência do ambulante acusado de vender anabolizantes e outros medicamentos proibidos pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), no camelódromo. O réu foi preso em flagrante, mas responde em liberdade, com uso de tornozeleira.

Conforme denúncia oferecida pelo MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), no dia 29 de abril de 2019, a Polícia Militar recebeu informação de que um ambulante estava vendendo anabolizantes no camelódromo. A equipe foi até o box, mas a loja estava fechada, motivo pelo qual foi até a casa dele, na região do Núcleo Habitacional Universitárias.

Lá, a equipe se deparou com diversos produtos contrabandeados. Inicialmente, o réu alegou que era para consumo próprio, uma vez que praticava fisiculturismo, mas admitiu que vendia quando alguém o procurava. Havia várias mercadorias como Drostanolona, Testosterona Muscle, Boldebol, Decaland, Durateston e Trembolona, entre outros. 

Ele foi preso em flagrante e encaminhado à Polícia Civil. Durante as investigações, os policiais civis foram ao box, onde constataram que apesar das aparências de uma loja comum, o estabelecimento dele também oferecia de forma velada os produtos anabolizantes. A prisão em flagrante foi convertida em preventiva, mas o réu foi beneficiado e liberado com uso de monitoramento eletrônico.

Jornal Midiamax