Polícia

Executado a tiros de fuzil na frente de casa em Campo Grande tinha 36 anos

Vítima guardava a camionete quando foi assassinada

Renata Portela e Dayene Paz Publicado em 17/04/2021, às 08h59

Geraldo foi morto a tiros de fuzil na frente de casa
Geraldo foi morto a tiros de fuzil na frente de casa - (Divulgação)

Foi identificado como Geraldo Ramos Villa, de 36 anos, o homem executado a tiros de fuzil na noite de sexta-feira (16), na Rua Senador Virgílio Távora, no Iracy Coelho III. Ele iria guardar a camionete na garagem de casa, quando foi surpreendido pelos assassinos.

Segundo a Polícia Militar, a esposa de Geraldo contou que ele saiu de casa para guardar a camionete L200 amarela na garagem. Neste momento, foi interceptado por um carro prata e dois homens saíram de dentro do veículo.

Os suspeitos atiraram várias vezes, quando a mulher de Geraldo correu para os fundos da casa. Ainda de acordo com as informações colhidas no local, foram efetuados mais de 40 disparos de fuzil 556 e 762.

Testemunhas relataram que um familiar de Geraldo teria sido assassinado em Corumbá, por envolvimento com facções criminosas. Geraldo era morador no município e tinha se mudado com a família para Campo Grande.

Equipes policiais ainda fizeram buscas pelos autores, que não foram encontrados durante a noite de sexta-feira. O caso foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol, onde foi registrado.

Jornal Midiamax