Polícia

Em zigue-zague e bêbado, motorista disse que estava socorrendo a esposa com asma

Guardas municipais agredidos pelo homem tiveram de usar spray de pimenta

Thatiana Melo Publicado em 20/05/2021, às 10h31

None
(Ilustrativa)

Preso na noite de terça-feira (18) em Campo Grande na Avenida Afonso Pena quando foi flagrado fazendo zigue-zague na avenida e ‘furando’ os semáforos vermelhos, disse que estava alta velocidade para socorrer a esposa que passava mal por causa da asma.

O comerciante passa por audiência de custódia nesta quinta-feira (20), e quando preso confessou que estava em um bar junto de amigos e a esposa bebendo chopp quando a mulher começou a passar mal com uma crise de asma, e ele no intuito de chegar mais rápido ao hospital passou a dirigir em alta velocidade.

Ao ser parado pelos agentes da guarda municipal contou que ficou agressivo por que estava preocupado em chegar logo ao hospital com a esposa, e neste momento começou a confusão e agressões. A tentativa de abordagem dos agentes ao motorista de 31 anos, que dirigia um veículo Volkswagen Fox, aconteceu por volta das 22 horas desta terça (18).

Foi dada ordem de parada, mas o motorista não obedeceu sendo alcançado pelos agentes mais à frente. Quando o autor desceu do carro passou a xingar ao guardas, “o que vocês querem, seus vagabundos?”. Em seguida mais duas pessoas que estavam no veículo desceram e foram para cima dos agentes com socos e chutes.

Outro carro chegou e mais três pessoas desceram e passaram também a agredir os guardas que chamaram por reforço. Foi necessário o uso de spray de pimenta contra o grupo. O motorista do Fox acabou preso em flagrante por embriaguez ao volante, desacato, resistência, desobediência e lesão corporal dolosa.

Jornal Midiamax