Polícia

Em liberdade há um ano, rapaz morto a tiros por ‘mascarado’ respondia por homicídio

Jonatan aguardava julgamento pela morte de um homem

Renata Portela Publicado em 22/11/2021, às 13h33

Jonatan morreu após ser ferido a tiros
Jonatan morreu após ser ferido a tiros - (Divulgação)

Ferido a tiros na madrugada desta segunda-feira (22), Jonatan Wesley Borges da Silva, de 20 anos, que acabou falecendo na Santa Casa, respondia por homicídio. O crime aconteceu em 30 de outubro de 2019, no Jardim Bálsamo, quando Rodrigo Medeiros de Freitas, de 35 anos, foi assassinado a facadas.

Conforme a denúncia, por volta das 4 horas do dia 30 de outubro de 2019, Jonatan matou Rodrigo a facadas. Horas antes, Rodrigo teria ido até um campo de futebol no Jardim Centro Oeste, para comprar drogas, e acabou trocando uma bicicleta pelo entorpecente.

Depois, Rodrigo saiu do local e acabou encontrando com Jonatan na rua, com quem começou uma discussão. Jonatan portava uma faca, que usou para dar vários golpes na vítima, fugindo do local em seguida. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ainda foi acionado, mas o homem morreu no local.

Jonatan trocou de roupa com um amigo, para dificultar a prisão, mas acabou localizado e detido. Ele foi denunciado pelo homicídio qualificado por motivo fútil e foi pronunciado em março deste ano. Em liberdade desde novembro de 2020, ele aguardava o julgamento.

Morto por ‘mascarado’

Na madrugada desta segunda, Jonatan foi ferido com dois tiros no abdômen e um tiro no braço, no Centro Oeste. Testemunhas contaram que uma pessoa mascarada fez os disparos contra a vítima, que foi levada para a Santa Casa. Não se sabe os motivos para o crime e nem quem seria o autor dos disparos.

O rapaz deu entrada na Santa Casa às 3h47, levado pelo Samu, sendo intubado e sedado no local. Ele ficou internado na área vermelha em estado gravíssimo e chegou a passar por cirurgia, mas sofreu uma parada cardíaca, morrendo às 9h30.

Jornal Midiamax