Polícia

Dinheiro fácil: rapaz é preso ao guardar maconha a mando de preso da Máxima

Adolescente de 16 anos que intermediou negociação foi apreendido

Thatiana Melo Publicado em 18/06/2021, às 09h23

None
(Ilustrativa)

Kelvin Lucas de 18 anos foi preso na noite desta quinta-feira(17), em Campo Grande, no bairro Jardim Buriti com 33 quilos de maconha, que estavam sendo armazenados na sua residência a mando de um detento conhecido como ‘’Tommy’ que está encarcerado no Presídio de Segurança Máxima. 

A polícia chegou até a residência quando em rondas pelo bairro por volta das 19 horas desta quinta (17) observou uma movimentação estranha em frente a casa sendo que abordaram Kelvin, que estava com várias porções de maconha em seu bolso.  

Ele confessou que havia sido contratado por um presidiário conhecido como ‘Tommy’ para guardar maconha em sua casa. Em um dos cômodos, os policiais encontraram vários tabletes que totalizaram 33 quilos da droga.

Kelvin ainda disse que a droga foi entregue para ele pela esposa do detento, que havia informado que voltaria na sexta-feira (18) para buscar. O ‘serviço de guarda’ foi intermediado por um adolescente de 16 anos, que acabou apreendido. 

Pelo serviço, Kelvin receberia o valor de R$ 1mil. Ele foi preso pelo crime de tráfico de drogas e passa por audiência de custódia nesta sexta-feira (18). 

Jornal Midiamax