Polícia

Depois de 14 anos, Justiça decide que irmãos vão a júri popular por homicídio na saída de baile em MS

Crime ocorreu na saída de um evento comemorativo ao Dia das Mães

Renan Nucci Publicado em 15/06/2021, às 15h44

None
Foto Ilustrativa

Depois de 14 anos, o juiz Marco Antonio Montagnana Morais, da 1ª Vara de Maracaju, pronunciou Josiel Andrade de Oliveira e Oziel Andrade de Oliveira, acusados de um homicídio e duas tentativas de homicídio após saída de um baile no distrito de Vista Alegre. A sentença garante que a dupla será levada a julgamento pelo Tribunal do Júri.

Consta nos autos do processo que os fatos ocorreram  no dia 13 de maio de 2007. Naquela oportunidade, Josiel foi a um baile de comemoração ao Dia das Mães acompanhado de Alexandro Antonio Cristaldo Júnior e mais dois homens. No entanto, houve um desentendimento entre eles, motivo pelo qual Josiel decidiu se vingar.

Ele foi para a sua casa, chamou o irmão Oziel e ambos saíram armados, à procura de Alexandro e dos demais. A dupla ficou à espreita em frente a um supermercado e, no momento em que o grupo se aproximou, eles atiraram. Alexandro não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Os demais conseguiram escapar com vida do ataque.

Apesar da pronúncia, ainda não foi definida pela Justiça a data do julgamento.

Jornal Midiamax