Defesa pede exame de insanidade para ‘amigo’ que amarrou com cinto e estuprou jovem em matagal

A defesa de um homem de 46 anos entrou com pedido de exame de insanidade nesta segunda-feira (11) acusado de estuprar uma jovem de 28 anos, em fevereiro de 2019, na BR-262, em Campo Grande. A vítima foi amarrada com um cinto. O pedido acabou sendo negado pelo juiz da 1º Vara Criminal. Consta que […]
| 11/01/2021
- 14:52
Defesa pede exame de insanidade para ‘amigo’ que amarrou com cinto e estuprou jovem em matagal
(Arquivo) - (Arquivo)

A defesa de um homem de 46 anos entrou com pedido de exame de insanidade nesta segunda-feira (11) acusado de estuprar uma jovem de 28 anos, em fevereiro de 2019, na , em Campo Grande. A vítima foi amarrada com um cinto. O pedido acabou sendo negado pelo juiz da 1º Vara Criminal.

Consta que no dia 19 de fevereiro de 2019, o acusado que era amigo da vítima ofereceu carona e a buscou no serviço, mas durante o trajeto disse que precisava pegar um objeto no , sendo que ele entrou em uma estrada vicinal parando o carro.

Ele argumentou que gostaria de conversar com a mulher, que se recusou. Foi neste momento, que o homem se apoderou de uma faca e encostou o objeto na região da costela da vítima, impedindo-a de sair do carro. Em seguida afirmou que a mataria.

O homem, então, tirou as roupas da vítima, e com uma prótese peniana a estuprou. Após o crime, o autor disse à vítima que não a mataria, desde que cooperasse, levando-a embora para casa. Durante a noite a vítima contou o que havia acontecido para a mãe, e as duas mulheres foram dormir em um hotel.

A polícia em buscas encontrou na casa do autor um aparelho celular, uma prótese peniana de borracha, com acessórios elásticos para amarrar ao corpo e uma faca de aproximadamente 20 centímetros.

Veja também

Dois presos fugiram do Centro Penal Agro-Industrial Gameleira, nesta domingo (26), em Campo Grande. De...

Últimas notícias