Polícia

Criança de 2 anos é estuprada por primo de 12 anos em Campo Grande

Após estuprar o primo, um menino de 2 anos, um adolescente que na época dos fatos, em 2019 tinha 12 anos, acabou sendo absolvido em 1º grau do crime, mas nesta quinta-feira (4) foi publicado no Diário da Justiça o reconhecimento do crime pelos desembargadores após o MPMS (Ministério Público Estadual) recorrer da sentença anterior. […]

Thatiana Melo Publicado em 04/02/2021, às 11h53 - Atualizado às 12h54

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Após estuprar o primo, um menino de 2 anos, um adolescente que na época dos fatos, em 2019 tinha 12 anos, acabou sendo absolvido em 1º grau do crime, mas nesta quinta-feira (4) foi publicado no Diário da Justiça o reconhecimento do crime pelos desembargadores após o MPMS (Ministério Público Estadual) recorrer da sentença anterior.

O crime aconteceu em maio de 201, no bairro Jardim Centro-Oeste quando a mãe do menino de 2 anos- na época dos fatos – havia deixado a criança na casa de parentes onde estava o primo para que brincassem. Depois de buscar o filho na casa dos parentes, a criança passou a reclamar de dores na barriga para a mãe.

Após a reclamação da criança foi notado sangue nas fezes do menino. A mãe da vítima o questionou e o garoto contou que o primo tinha havia mexido em suas nádegas. A mãe do menino voltou a casa do parente para falar sobre o ocorrido e a criança levada até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas que acabou encaminhando para a delegacia.

Foi constatado na unidade de saúde pela médica que atendeu a criança uma lesão no ânus. O adolescente negou que havia cometido o crime, mas o menino contou que havia sido estuprado por duas vezes pelo garoto, que teria feito ameaças de pegar todos os brinquedos do menino, caso ele não permitisse o abuso.

Foi determinado pelos magistrados a liberdade assistida por seis meses.

Jornal Midiamax