Polícia

Coronel é preso por descumprir medidas protetivas ao ser flagrado na frente da casa da ex em Campo Grande

Militar de 54 anos é investigado por ameaças, perseguição e agressões contra a vítima

Renan Nucci Publicado em 30/06/2021, às 16h02

Entrada da Deam, localizada na Casa da Mulher Brasileira, em Campo Grande
Entrada da Deam, localizada na Casa da Mulher Brasileira, em Campo Grande - Divulgação

Guardas municipais prenderam em flagrante na noite desta terça-feira (29), em Campo Grande, um coronel da ativa do Corpo de Bombeiros, de 54 anos, acusado de descumprir medidas protetivas. Ele estava em frente à casa da ex-mulher, de 41 anos, que em outra ocasião chegou a dormir na Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher) para fugir de perseguições dele. O homem passa por audiência de custódia nesta tarde.

A delegada Joilce Ramos Silveira, da Deam, disse que amigos da vítima chegaram à residência e viram o homem esperando em frente ao local. A guarda foi acionada e o coronel tentou fugir, mas acabou preso e levado para a delegacia. “Ela já registrou vários boletins de ocorrência contra ele, são pelo menos uns quatro”, disse Joilce.

Conforme já noticiado, na noite do último dia 9 para o dia 10, a vítima e a filha de 18 anos dormiram na Deam com medo de ameaças proferidas pelo coronel. Ela contou ao Jornal Midiamax que manteve um relacionamento com o militar por dois anos e um mês, quando resolveu se separar após brigas e agressões, mas ele não aceita e a persegue. 

A autônoma disse que o coronel chegou a segui-la com o caminhão de mudança para descobrir o seu novo endereço. Ela deixou a casa que dividia com o militar há aproximadamente um mês, e desde então vem sendo perseguida e ameaçada. Segundo ela, dois dos boletins de ocorrência registrados contra ele foram por agressão. Por todas essas circunstâncias, ela tem medidas protetivas que o impedem de se aproximar.

Jornal Midiamax