Polícia

Cliente e segurança de loja de conveniência brigam por causa de estacionamento em Campo Grande

Segurança alega que local é apenas para quem realiza compras no comércio

Danielle Errobidarte Publicado em 13/04/2021, às 18h23

Briga ocorreu em estacionamento de conveniência da Capital.
Briga ocorreu em estacionamento de conveniência da Capital. - (Foto: Google Street View)

Discussão por causa do estacionamento em uma loja de conveniência do Centro da Capital, terminou em agressões entre um cliente, de 54 anos, e segurança, de 25, na tarde desta terça-feira (13). O cliente alega que foi mordido no dedo indicador pelo segurança. Este, disse estar com lesões no peito, causados pelo cliente.

Conforme informações do registro policial, o cliente teria deixado seu carro no estacionamento anexo à conveniência. Ele alega que aguardava, no interior do veículo, enquanto sua esposa fazia compras no mercado. Assim que retornou, ele afirma que tentou sair do estacionamento e foi impedido pelo segurança, que fechou o portão. O cliente disse ter sido agredido pelo segurança, e que ele “não informou o valor do estacionamento”.

Já o segurança alegou que presenciou o cliente estacionando no local, mas que a esposa dele não entrou no mercado, indo em direção a outras lojas na região, que fica próximo ao Mercadão Municipal e Camelódromo. Contudo, ele afirmou na delegacia que, por normas do local, o estacionamento é exclusivo para clientes, e ainda explicou que, caso alguém deixe seu veículo e vá em outro comércio, deve pagar uma taxa extra. O segurança disse que foi cobrar o cliente no momento em que ele saía com o carro, e foi agredido pelo mesmo.

A Polícia Militar foi acionada para conter a confusão. Os dois foram encaminhados à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, e o caso registrado como lesão corporal recíprocas.

Jornal Midiamax