Polícia

Cinco caminhoneiros são liberados de cativeiro no RJ após veículos serem apreendidos em MS

Quadrilha levava caminhões para o Paraguai

Renata Portela Publicado em 13/05/2021, às 14h52

Carretas recuperadas em Ivinhema
Carretas recuperadas em Ivinhema - (Divulgação, PRF)

Nesta semana, foi descoberto um esquema de roubo de caminhões no Estado do Rio de Janeiro, com intenção de levar os veículos ao Paraguai. Cinco caminhoneiros que eram mantidos reféns em São Gonçalo (RJ) foram liberados do cativeiro pela polícia, após as carretas serem apreendidas em Ivinhema, a 291 quilômetros de Campo Grande.

A princípio, após os caminhoneiros serem roubados e sequestrados, a quadrilha contratava motoristas ‘freelancers’ para levarem os veículos até o Paraguai, sem que eles soubessem dos roubos. Assim, dois caminhoneiros foram abordados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), já no Distrito de Amandina.

Os motoristas apresentaram as documentações, mas os agentes identificaram que os caminhões tinham queixa de roubo no Rio de Janeiro. Assim, os caminhoneiros foram levados para a Delegacia de Ivinhema, onde foi constatado que não tinham qualquer envolvimento com o roubo.

Cativeiro onde estavam as vítimas

Um terceiro caminhão também foi abordado na Base de Amandina, também roubado no RJ. Já uma quarta carreta foi encontrada e apreendida em Ponta Porã, quase atravessando para o Paraguai. Celulares dos envolvidos foram apreendidos e foi possível ainda localizar o quinto veículo envolvido na ação.

Também foi identificado o local de cativeiro onde as vítimas eram mantidas reféns. A polícia do Rio foi acionada e conseguiu libertar os cinco homens. Houve confronto, mas ninguém ficou ferido.

Jornal Midiamax