Chega a 13 o número de vítimas de família que teve 5 presos por estupros

Autores foram presos em operação
| 25/08/2021
- 21:13
Familiares foram presos durante operação
Familiares foram presos durante operação - (Divulgação, Polícia Civil)

Após a prisão de 5 pessoas da mesma família, por crimes de estupros em Três Lagoas, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande, mais três vítimas foram identificadas. O caso foi descoberto após investigações e as prisões aconteceram no dia 19 de agosto, revelando que a matriarca da família, de 77 anos, sabia dos abusos.

Conforme a delegada Nelly Martins, responsável pelas investigações e pela operação, o número de vítimas até o momento chega a 13. No dia da operação, já tinham sido identificadas 10 vítimas, todas crianças com idades entre 5 e 13 anos.

Ainda segundo a polícia, a idosa de 77 anos responde por omissão de socorro, já que sabia dos estupros e não tomou qualquer atitude sobre os fatos. As crianças eram obrigadas a ficarem caladas sobre os crimes e, quando uma tentou denunciar os estupros, chegou a ser espancada com uma corrente, com anuência da avó.

A família morava toda em uma casa, construída em módulos para abrigar todos os integrantes. Os presos estavam em Três Lagoas e um em Paranaíba. Segundo a delegada Nelly Macedo, foram 20 anos de estupros contra as. Entre as vítimas, estavam primas, irmãs e sobrinhas dos autores.

A primeira vítima da família sofreu o primeiro abuso quando tinha 8 anos, segundo a polícia. Um dos autores já tinha sido preso, dias antes da operação, denominada Sodoma e Gomorra.

Sodoma e Gomorra

De acordo com a Bíblia, eram duas cidades que teriam sido destruídas por Deus com fogo ou enxofre caídos do céu. Segundo o relato bíblico, as cidades e seus habitantes foram destruídos por Deus devido a seus pecados e à prática de atos contrários à moral dos antigos israelitas, dentre os quais a a dois anjos do Senhor.

Veja também

Joe ainda falou que dono do lava jato mandava vídeos atirando dizendo que as balas eram para ele

Últimas notícias