Polícia

Caminhoneiro que levava 10 toneladas de maconha de Campo Grande para o RJ é preso

Droga era levada no lugar de frango congelado

Renata Portela Publicado em 25/05/2021, às 13h59

Maior apreensão de maconha feita na BR-116 pela PRF
Maior apreensão de maconha feita na BR-116 pela PRF - (Divulgação, PRF)

Na segunda-feira (24), homem de 32 anos foi preso em flagrante horas após sair de Campo Grande com destino a Niterói (RJ) com um carregamento de 10 toneladas de maconha. Ele foi parado na Rodovia Presidente Dutra, em São José dos Campos (SP), a mais de mil quilômetros de distância.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), equipe fazia rondas pela BR-116, quando abordou o caminhão Ford Cargo, com placas de Campo Grande (MS). O caminhoneiro fazia ultrapassagem pela faixa da direita, manobra proibida pelo Código de Trânsito. O motorista foi identificado como o homem de 32 anos.

O suspeito apresentou aos agentes uma nota fiscal referente ao transporte de uma carga de frango congelado. No entanto, o lacre encontrado na trava do compartimento da carga, que é obrigatório pela Vigilância Sanitária, não tinha as características originais de um lacre oficial para transporte de produtos alimentícios congelados.

Com a suspeita, os policiais abriram a câmara fria, quando o caminhoneiro confessou o tráfico. Foram apreendidas 10 toneladas de maconha no caminhão. O suspeito revelou que saiu de Campo Grande e entregaria a carga em Niterói (RJ), onde receberia R$ 30 mil pelo transporte.

Preso em flagrante, ele foi encaminhado para a Polícia Federal. Segundo a PRF, essa foi a maior apreensão de maconha na BR-116, sendo a segunda feita em 2016, quando foram apreendidas 7 toneladas de maconha em Registro (SP).

Jornal Midiamax