Polícia

Cabeleireiro é executado com 9 tiros de pistola na fronteira

Segundo informações da Polícia Nacional, pistoleiros invadiram o salão de beleza em Capitan Bado

Marcos Morandi Publicado em 01/11/2021, às 07h40

Pistoleiros estavam em uma motocicleta preta e azul com pneus laranjas
Pistoleiros estavam em uma motocicleta preta e azul com pneus laranjas - Divulgação

O cabeleireiro Alexander Cardozo Aguilar, de 26 anos, foi assassinado com oito tiros de pistola 9 milímetros em Capitan Bado, no departamento de Amambay, na fronteira com Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul. 

Dois pistoleiros chegaram a um salão de beleza localizado no bairro de San Roque e mataram o jovem, que estava trabalhando. Depois de cometer o crime, os pistoleiros fugiram do local.

Segundo informações da Polícia Nacional, eles estavam em uma motocicleta preta e azul com pneus laranjas. O salão de beleza está localizado na rua Lomas Valentinas entre Estrella e Palma.

Os policiais chegaram ao local e encontraram a vítima caída no chão, sem apresentar sinais de vida. A assistente fiscal Sally Gamarra, por instrução do agente do Ministério Público Leonardo Cáceres, ordenou a transferência do corpo para o necrotério.

A médica legista Jane Oliveira inspecionou o corpo e encontrou oito orifícios de entrada de projéteis em diferentes partes. A causa da morte foi confirmada como "choque hipovolêmico causado por feridas de projétil".

Jornal Midiamax