Polícia

Arrendatário é multado em R$ 10 mil por derrubada de árvores para exploração de madeira

Foram apreendidos 25 mourões e 16 esticadores para cerca

Diego Alves Publicado em 14/06/2021, às 21h00

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bonito autuou um arrendatário em R$ 10 mil por derrubada de árvores para exploração de madeira e uso de motosserra ilegal e orienta aos proprietários rurais quando a arrendamentos

Policiais ambientais receberam denúncias de exploração ilegal de madeira em uma propriedade rural no município, a 20 km da cidade. A equipe foi ao local ontem (13) e verificou que 30 árvores da espécie aroeira haviam sido derrubadas ilegalmente, por uma pessoa que arrendava a propriedade. Foram apreendidos 25 mourões e 16 esticadores para cerca (toras) provenientes das árvores derrubadas.

Também foi verificado no local a utilização de uma motosserra na exploração ilegal das árvores. O arrendatário e proprietário não possuía a Licença de Porte e Uso (LPU) da máquina, o que se caracteriza também como crime ambiental. A motosserra foi apreendida.

O arrendatário de 58 anos, residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 10 mil pela derrubada das árvores e uso da motosserra ilegal. Ele também responderá por crimes ambientais de exploração ilegal de madeira, com pena prevista de seis meses a um ano e por uso de motosserra sem licença, com pena prevista de três meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax