Polícia

Adolescente diz que atirou quando o pai tentou tirar pistola de suas mãos

Homem foi morto com um tiro no peito

Renata Portela Publicado em 26/07/2021, às 16h32

Pistola foi encontrada no guarda-roupas da casa
Pistola foi encontrada no guarda-roupas da casa - (Divulgação, PCMS)

Apreendido pelo homicídio do próprio pai, Fernando Alex Figueredo, de 37 anos, o adolescente de 15 anos disse à polícia que atirou quando o homem tentou tirar a arma das mãos dele. O jovem confessou o ato infracional, que ocorreu na noite de domingo (25) em Porto Murtinho, cidade a 454 quilômetros de Campo Grande.

Conforme a Polícia Civil, após a informação da morte de Fernando, os investigadores iniciaram as diligências. O adolescente chegou a dizer que outra pessoa seria responsável pelo disparo, mas depois acabou confessando a autoria. Ele contou que o irmão mais novo o avisou que Fernando estaria agredindo a mãe deles.

Neste momento, o adolescente foi até o local, armado com a pistola calibre 22. Assim, ele apontou a arma para o homem, dizendo para ele não sair do local, porque a polícia já tinha sido chamada. O pai tentou tirar a arma das mãos do adolescente, que então atirou, acertando o peito de Fernando.

A vítima chegou a ser socorrida e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. A pistola foi encontrada escondida em um guarda-roupas e apreendida, com uma munição intacta e a cápsula deflagrada. Foi feita apreensão em flagrante do adolescente, pelo ato infracional análogo a homicídio.

Jornal Midiamax