Polícia

Acusado de matar jovem tatuado por ciúmes de ex é preso e alega legítima defesa

Crime ocorreu após briga por ciúmes de ex-namorado da jovem que estava com a vítima

Danielle Errobidarte Publicado em 23/06/2021, às 18h39

None
(Foto: Reprodução/ Hoje Mais)

Valteir Pessoa Salles, de 21 anos, que estava foragido suspeito de assassinar a facadas Lucas Pereira de Souza, de 18 anos, foi preso nesta quarta-feira (23) por policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Três Lagoas, cidade a 323 km da Capital. Ao ser interrogado, ele alegou ter agido em legítima defesa e confessou ter fugido após o crime, não sabendo dizer onde a faca estava.

O autor tinha um mandado de prisão preventiva, expedido pela 1ª Vara Criminal de Três Lagoas, após não ter sido encontrado na tarde dessa terça-feira (22).

O crime aconteceu após uma briga por ciúmes quando Lucas entrou acompanhado da jovem para uma residência sendo surpreendidos por Valteir que arrombou a porta da casa e entrou luta com a vítima.

Com uma faca, o autor passou a desferir golpes contra Lucas que foi atingido por três facadas, uma no pulmão e nas pernas direitas e esquerda. Lucas chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu e morreu. Antes de fugir de bicicleta, Valteir teria dito a ex-namorada, “volto para acabar o serviço”. Ele foi encaminhado para o presídio local e aguarda julgamento definitivo.

Jornal Midiamax