Polícia

Acusado de matar jovem na fronteira de MS tenta fugir, mas acaba preso

Homicídio aconteceu em Ponta Porã, na fronteira com Pedro Juan Caballero, neste domingo

Marcos Morandi Publicado em 20/09/2021, às 07h29

Os agentes fizeram buscas nas proximidades e encontraram Juninho às margens da rodovia.
Os agentes fizeram buscas nas proximidades e encontraram Juninho às margens da rodovia. - Divulgação

Um rapaz conhecido como Juninho, de 20 anos, foi preso neste domingo (19) acusado de ter matado Ayslan Riquelme Miguel de 22 anos. A vítima foi atingida por três disparos durante a madrugada quando estava na casa dela, na Vila Aurea.

Conforme depoimentos de testemunhas, Juninho chegou armado no local e disse “e aí safado”, atirou na vítima e fugiu. Socorrido pelo Corpo de Bombeiros, Ayslan morreu quando era atendido no Hospital Regional de Ponta Porã.

Durante as investigações, os policiais civis ficaram sabendo que Juninho estava tentando fugir da cidade. Todas as equipes que fazem parte da Operação Fronteiras e Divisas, que está sendo realizada na região, foram comunicadas.

Em um destes pontos de bloqueios, um motorista de aplicativo avisou que um cliente teria pedido para desembarcar, quando notou a presença policial na estrada. Os agentes fizeram buscas nas proximidades e encontraram Juninho às margens da rodovia.

Levado para a delegacia, ele confessou que estava fugindo e que a arma do crime tinha sido penhorada pelo pai dele com uma pessoa para que ele tivesse dinheiro para a fuga. Os policiais foram na casa da pessoa que deu o dinheiro em troca da arma do crime, apreenderam o revólver e prenderam o homem em flagrante.

Juninho foi preso em flagrante por homicídio e deverá passar por audiência de custódia nos próximos dias. O motivo do crime não foi informado.

Jornal Midiamax