Polícia

Acusado de matar a ex no dia do aniversário dela é condenado a 12 anos de prisão em MS

Réu golpeou a vítima mesmo enquanto ela dizia que o amava

Renan Nucci Publicado em 06/05/2021, às 18h35

Crime ocorreu no ano passado, no centro de eventos de Costa Rica
Crime ocorreu no ano passado, no centro de eventos de Costa Rica - MS Todo Dia

Durante julgamento realizado na tarde desta quinta-feira (06), em Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande, Michael Martins Dourado, de 26 anos, foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão por matar a ex-namorada Kelly Cristina Rodrigues de Souza, de 20 anos, no dia em que ela fazia aniversário. Na ocasião, ele golpeou a vítima mesmo enquanto ela dizia que o amava.

De acordo com o jornal MS Todo Dia, o juiz responsável pelo caso sentenciou o réu inicialmente a 18 anos, mas reduziu a pena em um terço por considerá-lo semi-imputável. No entanto, o regime inicial será fechado, sem possibilidade de recorrer em liberdade. O crime ocorreu no dia 22 de junho do ano passado,  no Centro de Eventos Ramez Tebet.

Na ocasião, enquanto a vítima comemorava o aniversário, o homem chegou ao local e eles discutiram. Michael quebrou o celular dela e em seguida a atacou com o canivete. Como ela não caiu, ele deu um golpe no pescoço, derrubando-a. Já no chão, a segurou pelos cabelos e a golpeou novamente, no pescoço.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas nada pôde fazer. Testemunhas relataram que, por conta do comportamento violento, Kelly havia decidido romper o relacionamento. Michael foi preso em flagrante.

Jornal Midiamax