Polícia

Três pessoas são presas em Mato Grosso do Sul por causa de foto de voto e tumulto

Três pessoas foram presas durante as eleições 2020 neste domingo (15) em Mato Grosso do Sul. O balanço parcial foi divulgado pela PF (Polícia Federal), que acompanha ocorrências eleitorais. A votação segue até às 17 horas. Dois homens foram detidos em Campo Grande. Os motivos foram desobediência e tumulto e foto de voto na urna […]

Mayara Bueno Publicado em 15/11/2020, às 14h04 - Atualizado às 14h30

Registro é da manhã deste domingo (15), quando eleitores chegavam para votar. (Foto: Marcos Ermínio)
Registro é da manhã deste domingo (15), quando eleitores chegavam para votar. (Foto: Marcos Ermínio) - Registro é da manhã deste domingo (15), quando eleitores chegavam para votar. (Foto: Marcos Ermínio)

Três pessoas foram presas durante as eleições 2020 neste domingo (15) em Mato Grosso do Sul. O balanço parcial foi divulgado pela PF (Polícia Federal), que acompanha ocorrências eleitorais. A votação segue até às 17 horas.

Dois homens foram detidos em Campo Grande. Os motivos foram desobediência e tumulto e foto de voto na urna eletrônica, no segundo caso. Não são repassados mais detalhes, como zona eleitoral onde ocorreu o fato.

Ainda de acordo com a PF, uma mulher foi presa em Dourados, porque também fez registro fotográfico de seu voto, o que não é permitido. Os casos das detenções estão previstos nas leis 4.737/65 e 9.594/97.

Na sede da PF, nesta manhã, pouco antes de 9h, quatro viaturas estavam a postos no local e três estavam nas ruas. Não há informações se estavam atendendo ocorrências ou em rondas padrões. Confira aqui o que pode e não pode no dia de votação.

Jornal Midiamax