Proprietário rural é multado em R$ 40 mil por desmatamento em Corumbá

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Corumbá usou imagens de satélites, drone e GPS, localizou um desmatamento e autuou o proprietário rural em R$ 40 mil. Policiais ambientais, utilizando técnica de superposição de imagem de satélite descobriram o desmatamento e realizaram fiscalização ambiental nesta quinta-feira (01) em uma fazenda do município. De acordo com a […]
| 02/10/2020
- 03:40
Proprietário rural é multado em R$ 40 mil por desmatamento em Corumbá
Local do desmatamento (Divulgação, PMA) - Local do desmatamento (Divulgação, PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de usou imagens de satélites, drone e GPS, localizou um desmatamento e autuou o proprietário rural em R$ 40 mil. Policiais ambientais, utilizando técnica de superposição de imagem de satélite descobriram o desmatamento e realizaram fiscalização ambiental nesta quinta-feira (01) em uma fazenda do município.

De acordo com a polícia, para chegar à propriedade, os policiais deslocaram-se via fluvial pelo rio Paraguai até a Baía do Castelo e depois mais 31 km via terrestre, com localização por uso de GPS.

No local, a equipe verificou que o proprietário da fazenda de 78 anos, residente em Corumbá, desmatou 7,62 hectares de uma área nativa remanescente de sua propriedade, sem a devida licença ambiental, dentro do bioma protegido de mata Atlântica. O uso atual do solo e aferição da área foram realizadas com uso de drone e a aferição com GPS. A madeira proveniente da vegetação desmatada não se encontrava mais no local. As atividades foram interditadas.

O infrator foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 40 mil. Ele também responderá por , com pena de um a três anos de detenção. O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Veja também

Adolescente tentou fugir, mas acabou sendo perseguido e espancado do lado de fora da festa

Últimas notícias