Polícia descobre que preso na Máxima usava nome e documentos de guarda municipal

Na manhã desta terça-feira (29), foi descoberto que um interno do Presídio de Segurança Máxima usava o nome e os documentos de um guarda municipal. O caso foi revelado após o agente ser intimado para prestar depoimento. Conforme a Polícia Civil, o guarda foi intimado a prestar depoimento na Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à […]
| 29/09/2020
- 16:31
Polícia descobre que preso na Máxima usava nome e documentos de guarda municipal
(Henrique Arakaki, Midiamax) - (Henrique Arakaki, Midiamax)

Na manhã desta terça-feira (29), foi descoberto que um interno do Presídio de Segurança usava o nome e os documentos de um guarda municipal. O caso foi revelado após o agente ser intimado para prestar depoimento.

Conforme a Polícia Civil, o guarda foi intimado a prestar depoimento na Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude). Assim, durante os procedimentos de praxe e a oitiva, foi constatado que um interno da Máxima usava o nome dele.

Com isso, o suspeito foi identificado e cumpre pena por e receptação. O guarda alegou que não sabia e também não extraviou nem teve os documentos furtados. Então o caso foi registrado como .

Veja também

Últimas notícias