Polícia

PCC: Trio é preso pela execução de casal com arma de uma das vítimas

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, prendeu nesta segunda-feira (14) três suspeitos de envolvimento na execução do casal Heberton da Silva Barros, de 33 anos, e Gláucia Luciano da Silva, de 29 anos. Um deles cometeu o duplo homicídio e os demais esconderam as […]

Renan Nucci Publicado em 14/12/2020, às 14h20 - Atualizado às 17h43

Trio preso pela Polícia Civil nesta segunda-feira. Foto: Ligado na Notícia
Trio preso pela Polícia Civil nesta segunda-feira. Foto: Ligado na Notícia - Trio preso pela Polícia Civil nesta segunda-feira. Foto: Ligado na Notícia

O SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, prendeu nesta segunda-feira (14) três suspeitos de envolvimento na execução do casal Heberton da Silva Barros, de 33 anos, e Gláucia Luciano da Silva, de 29 anos. Um deles cometeu o duplo homicídio e os demais esconderam as armas. O caso pode está relacionado indiretamente à disputa entre facções.

Segundo o site Ligado na Notícia, noite de domingo, o casal estava em frente a uma lanchonete no bairro Parque das Nações II, quando o executor, de 30 anos, chegou ao local e atirou primeiro contra homem que caiu. Na oportunidade o atirador o se aproximou e o revistou no chão, encontrando uma pistola.

Ele então retirou a pistola e executou a vítima com a própria arma, de calibre 9 milímetros. Na sequência, foi atrás de Gláucia, que tentava fugir, e também a matou com a pistola. Nesta manhã, o SIG fez incursão na busca pelo suspeito. De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, foram apreendidas quatro armas, entre elas a arma de Heberton e do executor.

Outros dois indivíduos, que as guardavam, acabaram presos junto com o principal autor. Heberton e o executor eram parceiros e atuavam em uma facção paralela que caçava integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital), e estariam envolvidos em algumas mortes de rivais. No entanto, se desentenderam por conta de um destes crimes, motivo pelo qual Heberton pode ter sido morto.

Matéria atualizada às 17h40 para correção de informação

Jornal Midiamax