Polícia

Madrasta é suspeita de espancar enteado de 5 anos na fronteira de MS

A Polícia Civil de Ponta Porã, na fronteira com Pedro Juan Caballero, investiga denúncia de violência sofrida por uma criança de 5 anos. O caso foi registrado nesta sexta-feira (18) na Primeira Delegacia da Cidade envolve a madrasta da criança. Segundo informações apuradas pela reportagem do Jornal Midiamax, a situação vem acontecendo desde que a […]

Marcos Morandi Publicado em 19/09/2020, às 11h30 - Atualizado em 20/09/2020, às 07h56

Foto ilustrativa | Reprodução
Foto ilustrativa | Reprodução - Foto ilustrativa | Reprodução

A Polícia Civil de Ponta Porã, na fronteira com Pedro Juan Caballero, investiga denúncia de violência sofrida por uma criança de 5 anos. O caso foi registrado nesta sexta-feira (18) na Primeira Delegacia da Cidade envolve a madrasta da criança.

Segundo informações apuradas pela reportagem do Jornal Midiamax, a situação vem acontecendo desde que a criança, que residia em Dourados com uma família de amigos, foi levada para morar com a madrasta. A denúncias de maus contra a madrasta foi feita pelo próprio irmão da acusada.

A reportagem do Jornal Midiamax também teve acesso à imagens em que a criança apresenta vários sinais de espancamento, principalmente nas pernas , na coxa e também em outras partes do corpo. Além da investigação da Polícia, o caso está sendo acompanhado pelo Conselho Tutelar de Ponta Porã, que informou que a criança agora está sob os cuidados da avó.

Jornal Midiamax