Polícia

Homem estuprou e torturou mulher por 5 dias sob acusação de furto

A Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou um homem por estuprar e torturar uma mulher de 38 anos. Os crimes ocorreram no mês de abril, em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande. A mulher foi mantida em cárcere, sendo estuprada e submetida até a afogamentos por cinco dias, sob a acusação de furto. […]

Dayene Paz Publicado em 16/07/2020, às 18h49 - Atualizado às 18h51

Dam concluiu investigações. Imagem: Divulgação
Dam concluiu investigações. Imagem: Divulgação - Dam concluiu investigações. Imagem: Divulgação

A Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou um homem por estuprar e torturar uma mulher de 38 anos. Os crimes ocorreram no mês de abril, em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande. A mulher foi mantida em cárcere, sendo estuprada e submetida até a afogamentos por cinco dias, sob a acusação de furto.

De acordo com as investigações conduzidas pela Dam (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Paranaíba, o crime aconteceu em um imóvel no Bairro de Lourdes e o suspeito foi preso só em junho.

A mulher ficou presa desde o dia 06 de abril sob a acusação de ter furtado um celular. Segundo a vítima, o homem a deixou de calcinha, amarrou seus braços e começou as agressões, dizendo que ela seria a “prenda” dele.

Além de ser submetida a afogamentos em uma caixa d’água, também foi vítima de agressões como socos, pauladas e estupro.

A mulher só foi encontrada pela Polícia Militar, no dia 10 de abril, em uma residência na Avenida Paraná, no Bairro de Lourdes, após denúncia anônima. Na época o autor não foi localizado pela polícia.

Policiais rodoviários federais realizaram a prisão do autor em junho, durante abordagem na BR-158, já que o ele também tinha mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio. A Dam de Paranaíba pediu a prisão preventiva do homem.

Jornal Midiamax