Polícia

Homem é preso com pistola durante investigação de homicídio ocorrido em 2018

Na quarta-feira (3), homem de 36 anos foi preso em flagrante em casa, no Aero Rancho, com uma arma de fogo sem registro. Ele foi detido durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, expedido no âmbito das investigações do homicídio de Bruno Alcides de Souza, assassinado em outubro de 2018. Equipe da Polícia Civil […]

Renata Portela Publicado em 04/06/2020, às 09h18

Local onde Bruno foi assassinado, em 2018 (Arquivo, Midiamax)
Local onde Bruno foi assassinado, em 2018 (Arquivo, Midiamax) - Local onde Bruno foi assassinado, em 2018 (Arquivo, Midiamax)

Na quarta-feira (3), homem de 36 anos foi preso em flagrante em casa, no Aero Rancho, com uma arma de fogo sem registro. Ele foi detido durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, expedido no âmbito das investigações do homicídio de Bruno Alcides de Souza, assassinado em outubro de 2018.

Equipe da Polícia Civil foi até a casa do suspeito no Aero Rancho, em cumprimento a um mandado de busca e apreensão. No local, foi encontrada uma pistola Taurus .765 com munições intactas. Além disso, várias outras munições foram encontradas na casa. Sem o registro, ele foi preso em flagrante pela posse irregular de arma de fogo.

O mandado foi expedido nas investigações do homicídio de Bruno, ocorrido em 12 de outubro de 2018, na rua Oscar Pereira da Silva, no Núcleo Habitacional Universitárias. Moradores da região acionaram a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros para atender à ocorrência. Quando os militares chegaram ao local, a vítima já estava caída ao solo e sem vida.

Testemunhas disseram ao Jornal Midiamax na época que Bruno era morador do bairro e que ouviram pelo menos cinco disparos. Conforme o registro policial, um homem se apresentou como patrão da vítima e fez o reconhecimento.

Jornal Midiamax