Polícia

Golpistas enganam idoso, ‘roubam’ dados pessoais e gastam R$ 8,6 mil no cartão dele

Idoso de 73 anos foi enganado por estelionatários, passou dados do cartão bancário e teve prejuízo de R$ 8,6 mil com o golpe. A vítima mora em Dourados e denunciou o caso à Polícia Civil, alegando que tudo começou a partir de uma ligação alertando sobre suposto crime. O homem explicou que por volta do […]

Renan Nucci Publicado em 10/12/2020, às 18h42

Cartões de crédito
Cartões de crédito - Cartões de crédito

Idoso de 73 anos foi enganado por estelionatários, passou dados do cartão bancário e teve prejuízo de R$ 8,6 mil com o golpe. A vítima mora em Dourados e denunciou o caso à Polícia Civil, alegando que tudo começou a partir de uma ligação alertando sobre suposto crime.

O homem explicou que por volta do meio-dia desta quinta-feira (10), recebeu telefonema informando que seu cartão de crédito estava sendo usado por desconhecidos no Paraná. Ele foi orientado a telefonar para um determinado número, a fim de que fosse cancelado o cartão, e assim ele fez. Durante a ligação, ele falava com um golpista, imaginando ser um atendente bancário.

O criminoso passou algumas orientações, solicitou dados pessoais e a senha, informando que um representante passaria na residência para recolher o cartão e destruí-lo. O suspeito passou no local, pegou o cartão e foi embora.  O idoso acreditou que estaria evitando mais problemas, mas foi aí que passou a ser realmente lesado.

Na verdade, a primeira ligação, informando sobre o uso dos dados dele no Paraná, era falsa e foi usada apenas como isca para atraí-lo. Os estelionatários passaram a fazer compras e transferências com o cartão da vítima, ocasião em que o verdadeiro banco entrou em contato alertando sobre o golpe e de fato fez o cancelamento. O prejuízo foi de R$ 8.619,00.

Jornal Midiamax