Polícia

Golpista também ‘rouba’ identidade de arquiteta e dentista para pedir dinheiro no WhatsApp

Após denúncia feita por uma pediatra de Campo Grande na terça-feira (4), arquiteta e cirurgiã dentista foram até a delegacia para relatarem que sofreram o mesmo golpe. Uma pessoa se passa pelas profissionais, usando foto semelhante no perfil do WhatsApp, e pede dinheiro aos contatos. Os boletins de ocorrência foram registrados na Depac (Delegacia de […]

Renata Portela Publicado em 05/08/2020, às 10h51 - Atualizado às 16h10

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Após denúncia feita por uma pediatra de Campo Grande na terça-feira (4), arquiteta e cirurgiã dentista foram até a delegacia para relatarem que sofreram o mesmo golpe. Uma pessoa se passa pelas profissionais, usando foto semelhante no perfil do WhatsApp, e pede dinheiro aos contatos.

Os boletins de ocorrência foram registrados na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro. Assim, os relatos das duas vítimas, arquiteta de 38 e dentista de 25 anos, foram semelhantes. Segundo elas, o golpista usa uma foto da vítima como a foto de WhatsAppe conversa com contatos próximos delas, como os próprios familiares.

Ainda não há informação de como o golpista consegue o contato dos parentes das vítimas. Além disso, diferente do golpe em que o número de WhatsApp da pessoa é clonado ou roubado a partir do código de segurança, nestes casos o golpista usa outro número, apenas com as fotos das vítimas.

Nos dois últimos casos, o registro foi feito como preservação de direito e a princípio não foi repassado dinheiro aos golpistas.

Alerta da Polícia Civil

Golpista também 'rouba' identidade de arquiteta e dentista para pedir dinheiro no WhatsApp
Conversa com golpista com mãe da vítima. Foto: Reprodução

Em nota, a Polícia Civil fez um alerta sobre este tipo de golpe. Assim, estelionatários usam fotos das vítimas acessando as contas do Instagram e salvando as imagens. Desta forma, se passam pelas profissionais sem que precisem invadir o WhatsApp delas.

Ainda conforme a polícia, os golpistas pedem para a pessoa fazer a transferência de determinada quantia para terceiros, falando que no outro dia fará a devolução do dinheiro. Com isso, a orientação é de que, caso algum amigo ou familiar peça dinheiro pelo WhatsApp, ligue para a pessoa para confirmar a informação.

Também em caso de descoberta de golpe, procure a delegacia para denunciar.

Jornal Midiamax