Polícia

Falso funcionário de empresa de máquina de cartão dá golpe de R$ 200 mil em pet shop

Na noite de quarta-feira (20), proprietária de um pet shop em Campo Grande procurou a polícia após ser vítima de estelionato. Ela foi enganada por um falso funcionário de empresa de máquinas de cartão, que usou o e-mail e senha da conta dela para solicitar antecipação de crédito de R$ 200 mil. Segundo a vítima, […]

Renata Portela Publicado em 21/05/2020, às 06h46

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Na noite de quarta-feira (20), proprietária de um pet shop em Campo Grande procurou a polícia após ser vítima de estelionato. Ela foi enganada por um falso funcionário de empresa de máquinas de cartão, que usou o e-mail e senha da conta dela para solicitar antecipação de crédito de R$ 200 mil.

Segundo a vítima, ela recebeu ligação do falso funcionário da empresa, alegando que estavam tentando invadir a conta dela e que ela precisaria mudar a senha. Como não era a primeira vez que ela recebia esse tipo de ligação, decidiu seguir a orientação e entrou no site indicado pelo autor.

Ela preencheu com e-mail e senha, mas quando foi pedido o e-mail de acesso e a conta da maquininha que ela utilizava, ela desconfiou e desligou o telefone. Aproximadamente 15 minutos depois, a vítima ligou na empresa e pediu o bloqueio de acesso ao portal e da conta, mas algumas horas depois teve os e-mails da clínica e pessoal bloqueados.

A vítima então descobriu que foi feito um pedido de antecipação de crédito no nome dela, no valor de R$ 200 mil. Ela procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde o caso foi registrado como estelionato.

Jornal Midiamax