Polícia

Em Campo Grande, 70 foram flagrados fora de casa na véspera do Ano Novo

Na noite da última quarta-feira (30), 70 pessoas foram flagradas fora de casa após o toque de recolher em Campo Grande.

Dândara Genelhú Publicado em 31/12/2020, às 11h55 - Atualizado às 12h31

Foto: Reprodução/ Guarda Civil Metropolitana.
Foto: Reprodução/ Guarda Civil Metropolitana. - Foto: Reprodução/ Guarda Civil Metropolitana.

Na noite da última quarta-feira (30), 70 pessoas foram flagradas fora de casa após o toque de recolher em Campo Grande. A operação realizada diariamente pela GCM (Guarda Civil Metropolitana) fiscalizou sete regiões da Capital na véspera do ano novo.

Assim, regiões do Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo receberam equipes da GCM. Na Capital é proibida a circulação de pessoas das 22h às 5h.

De acordo com o levantamento da Guarda, as pessoas abordadas foram orientadas a retornarem para as próprias casas e permanecerem lá durante o toque de recolher. Além disto, 87 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados pelas equipes.

Então, sabendo do toque de recolher e do canal de denúncias, 79 ligações foram realizadas entre a noite da quarta e madrugada desta quinta-feira (31). Foram registrados três BOs (Boletins de Ocorrência) e 16 denúncias do descumprimento de decretos municipais.

Por fim, as equipes também trabalham em conjunto com a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul). Foram abordados 93 veículos e 47 motocicletas durante o toque de recolher.

Com a operação, 14 testes de bafômetro foram realizados. Das abordagens foram registradas 15 notificações, desde recusa da realização do teste de bafômetro até CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida.

Jornal Midiamax