Polícia

Dono de festa diz que é amigo de juiz, oferece propina a PMs, mas confusão termina com 19 na delegacia

Uma festa clandestina durante a madrugada deste domingo (30) acabou com 19 pessoas na delegacia da cidade de Três Lagoas a 338 quilômetros de Campo Grande. O dono da festa tentou intimidar os policiais afirmando ser amigo de juízes e promotores. As denúncias chegaram para a polícia durante a madrugada deste domingo (30), de que […]

Thatiana Melo Publicado em 30/08/2020, às 15h14 - Atualizado em 31/08/2020, às 09h13

(Foto: Perfil News)
(Foto: Perfil News) - (Foto: Perfil News)

Uma festa clandestina durante a madrugada deste domingo (30) acabou com 19 pessoas na delegacia da cidade de Três Lagoas a 338 quilômetros de Campo Grande. O dono da festa tentou intimidar os policiais afirmando ser amigo de juízes e promotores.

As denúncias chegaram para a polícia durante a madrugada deste domingo (30), de que na casa no bairro Jardim Guaporé estava acontecendo uma festa clandestina regada a bebidas alcóolicas, som alto e com a presença de vários adolescentes no local.

Quando os policiais chegaram, o dono da casa não quis abrir a porta se trancando com alguns convidados dentro da residência. Os militares entraram na casa, momento em que um homem saiu e se identificou como proprietário da residência e dono da festa. Ele indagou o que os policiais estavam fazendo na casa dele, já que não havia nada de errado.

O homem ainda tentou intimidar os militares falando que era amigo de juízes e promotores, segundo o site Perfil News. O homem começou a desacatar os policiais, momento em que recebeu voz de prisão. No caminho da delegacia, ele disse que estava disposto a pagar R$ 50 mil para prejudicar os policiais que o prenderam.

Cerca de 19 pessoas foram levadas para a delegacia. O Conselho Tutelar foi acionado já que na festa haviam adolescentes.

Jornal Midiamax