Polícia

Dono de bar e hóspede de hotel na Afonso Pena são presos após negociação de armas

Na quarta-feira (2), dois homens de 38 e 45 anos foram presos no Los Angeles e na região central de Campo Grande, após comprarem ilegalmente armas de fogo. Um suposto agiota, de 27 anos, que teria vendido uma das armas também acabou conduzido para a delegacia. Equipe do GOI (Grupo de Operações de Investigações) fez […]

Renata Portela Publicado em 03/12/2020, às 09h34

Dinheiro e armas foram apreendidos (Divulgação)
Dinheiro e armas foram apreendidos (Divulgação) - Dinheiro e armas foram apreendidos (Divulgação)

Na quarta-feira (2), dois homens de 38 e 45 anos foram presos no Los Angeles e na região central de Campo Grande, após comprarem ilegalmente armas de fogo. Um suposto agiota, de 27 anos, que teria vendido uma das armas também acabou conduzido para a delegacia.

Equipe do GOI (Grupo de Operações de Investigações) fez a primeira abordagem ao dono do bar no Los Angeles. O homem de 45 anos estava com o rapaz de 27 anos e um outro cliente e mostrava para eles o revólver calibre 38, que estava em cima da mesa de sinuca.

Em relato, ele disse ter adquirido a arma de um devedor, para quitar a dívida. Questionados, os outros dois rapazes negaram envolvimento, mas o suspeito de 27 anos revelou que é agiota e teria vendido uma arma para outra pessoa. Ele contou que o comprador estaria em um hotel na Avenida Afonso Pena.

No local, os policiais encontraram o hóspede de 38 anos, com a esposa. Ele estava com a pistola 9mm, que disse ter comprado em um site de vendas, por R$ 6,5 mil. Em verificação, foi constatado que ele é da Bahia e lá teria cometido um homicídio. Ele alegou que estava em Campo Grande com a esposa para comprar uma oficina de motocicletas.

Com os suspeitos foram apreendidos mais de R$ 10 mil e as duas armas de fogo. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.

Jornal Midiamax