Polícia

Companhia da PM em Dourados recebe nome de policial morto em 2015

Por força da Lei nº 5.560, de 31 de agosto de 2020, a 9ª Companhia Independente de Polícia Militar de Dourados passa a ser denominada Cabo Cezar Augusto Corvalan. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (1) e passa a vigorar nesta mesma data. Corvalan foi morto aos 26 anos durante […]

Marcos Morandi Publicado em 01/09/2020, às 10h07 - Atualizado às 10h34

Cabo morreu em acidente durante perseguição policial.(Foto: Divulgação).
Cabo morreu em acidente durante perseguição policial.(Foto: Divulgação). - Cabo morreu em acidente durante perseguição policial.(Foto: Divulgação).

Por força da Lei nº 5.560, de 31 de agosto de 2020, a 9ª Companhia Independente de Polícia Militar de Dourados passa a ser denominada Cabo Cezar Augusto Corvalan. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (1) e passa a vigorar nesta mesma data.

Corvalan foi morto aos 26 anos durante acidente ocorrido em decorrência de uma perseguição policial na Rua Coronel Ponciano, no dia 2 de agosto de 2015. Na época o cabo foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A Companhia Independente Cabo Cezar Augusto Corvalan Machado,  foi criada a partir da reestruturação operacional da PM-MS  (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), com base no Decreto nº 14.951, de 6 de março de 2018, do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que também sancionou a lei de autoria do depurado estadual Barbosinha (DEM).

Jornal Midiamax