Polícia

Caso de polícia: Donos veem cachorro escapar e atacar pedestre e não prestam socorro

Na noite de quinta-feira (27), mulher de 38 anos foi atacada por um cachorro quando andava pela Vila Santa Luzia, em Campo Grande. Ela estava com um grupo de amigos quando o pastor alemão escapou da casa e mordeu a vítima. Conforme o registro, a mulher chamou a Polícia Militar após ser atacada. Assim, contou […]

Renata Portela Publicado em 28/08/2020, às 06h17

Caso foi registrado na Depac Centro (Arquivo)
Caso foi registrado na Depac Centro (Arquivo) - Caso foi registrado na Depac Centro (Arquivo)

Na noite de quinta-feira (27), mulher de 38 anos foi atacada por um cachorro quando andava pela Vila Santa Luzia, em Campo Grande. Ela estava com um grupo de amigos quando o pastor alemão escapou da casa e mordeu a vítima.

Conforme o registro, a mulher chamou a Polícia Militar após ser atacada. Assim, contou que andava na frente daquele local com um grupo de amigos quando os moradores chegaram e abriram o portão. Então, o cachorro escapou.

Com isso, o pastor alemão foi até a vítima e a mordeu na perna, sendo que até Corpo de Bombeiros foi acionado. No entanto a vítima recusou atendimento. Ela ainda contou que o casal de proprietários da casa viu o cachorro escapar e a morder, não fez nada e ainda fechou o portão sem prestar qualquer socorro.

Por isso a moradora acabou encaminhada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro e autuada por lesão corporal dolosa, quando há intenção, e omissão de cautela na guarda do animal.

Jornal Midiamax