Polícia

Perseguição e tiros: confronto com a polícia termina com jovem morto em Campo Grande

Na noite de quarta-feira (22), Eliseu Fabrini dos Santos Rocha, de 21 anos, conhecido como ‘Caveirinha’, morreu durante intervenção policial no Jardim Noroeste. Ele tinha um mandado de prisão em aberto por roubo e atirou contra os militares durante a abordagem. Conforme apurado pelo Midiamax, equipe da Força Tática da 11ª CIPM (Companhia Independente da […]

Renata Portela Publicado em 23/01/2020, às 07h57 - Atualizado às 17h08

Caso foi registrado na Depac Centro. (Arquivo, Midiamax)
Caso foi registrado na Depac Centro. (Arquivo, Midiamax) - Caso foi registrado na Depac Centro. (Arquivo, Midiamax)

Na noite de quarta-feira (22), Eliseu Fabrini dos Santos Rocha, de 21 anos, conhecido como ‘Caveirinha’, morreu durante intervenção policial no Jardim Noroeste. Ele tinha um mandado de prisão em aberto por roubo e atirou contra os militares durante a abordagem.

Conforme apurado pelo Midiamax, equipe da Força Tática da 11ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) tinham informação de que ‘Caveirinha’ estaria em Campo Grande. Havia contra ele um mandado de prisão em aberto por roubo em Jardim, cidade que fica a 239 quilômetros.

Os militares faziam rondas pela região do Jardim Noroeste, quando souberam que o rapaz estaria na Rua General Mallet. No local, Eliseu teria atirado ao ver a viatura, então foi abordado pelos policiais, mas acabou fugindo para um matagal. Houve perseguição, quando ele atirou mais duas vezes.

Perseguição e tiros: confronto com a polícia termina com jovem morto em Campo Grande
Delegado Leandro Costa, da Depac Centro (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Os policiais revidaram os disparos e atingiram Eliseu com dois tiros no tórax. Ele foi encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) pelos militares, na viatura, mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro e conforme o delegado Leandro Costa de Lacerda, os tiros que atingiram o rapaz foram de submetralhadora.

A princípio, o roubo cometido na cidade do interior teria sido feito por Eliseu e um comparsa, que ainda não foi encontrado. Segundo o delegado plantonista da Depac Centro, o mandado de prisão contra Eliseu é deste mês e o revólver calibre 38 que ele portava foi apreendido.

*Matéria editada às 8h25 para acréscimo de informações

Jornal Midiamax