Polícia

‘Aqui quem manda é o PCC’: preso ameaça agente de morte durante vistoria em cela

Um agente penitenciário procurou a delegacia de Polícia Civil após ser ameaçado de morte por um dos internos no presídio de Segurança Máxima Jair Ferreira de Carvalho, que dizia ser do PCC (Primeiro Comando da Capital). A ameaça foi feita quando o agente tentava realizar uma vistoria na cela, no início da tarde desta terça-feira […]

Dayene Paz Publicado em 02/06/2020, às 15h20 - Atualizado às 15h22

 (Arquivo)
(Arquivo) - (Arquivo)

Um agente penitenciário procurou a delegacia de Polícia Civil após ser ameaçado de morte por um dos internos no presídio de Segurança Máxima Jair Ferreira de Carvalho, que dizia ser do PCC (Primeiro Comando da Capital). A ameaça foi feita quando o agente tentava realizar uma vistoria na cela, no início da tarde desta terça-feira (02).

Conforme o boletim de ocorrência, os agentes foram até a cela 15 do pavilhão 02-A, para realizar uma revista de rotina, quando um dos presos segurou a porta da cela para impedir a entrada deles. Após um dos agentes alertar o detento de que o ato implicava em falta disciplinar, ele passou a ser ameaçado.

“Vocês não vão entrar aqui. Aqui quem manda é o PCC, sai jogado se não você vai morrer”, teria dito o detento, que em seguida a ameaça pegou um pedaço de madeira e começou a bater forçando a porta de dentro para fora. A revista não foi realizada e o agente penitenciário procurou a polícia.

O caso foi registrado como desobediência e ameaça na 3ª Delegacia de Polícia Civil, em Campo Grande.

Jornal Midiamax