Após abordagem, viaturas da PM e Guarda Municipal são apedrejadas e três acabam presos

Na tarde deste sábado (17), viaturas da PM (Polícia Militar) e Guarda Municipal de Campo Grande foram apedrejadas após abordagem na Praça Aquidauana. Das pessoas que atacaram os carros, três foram presas em flagrante. Segundo o coronel do 1º Batalhão da PM, Claudemir Braz, a operação foi realizada por policiais militares que estavam descaracterizados para […]
| 18/04/2020
- 18:06
Após abordagem, viaturas da PM e Guarda Municipal são apedrejadas e três acabam presos
Foto: Reprodução/ PM. - Foto: Reprodução/ PM.

Na tarde deste sábado (17), viaturas da PM () e de Campo Grande foram apedrejadas após abordagem na Praça Aquidauana. Das pessoas que atacaram os carros, três foram presas em flagrante.

Segundo o coronel do 1º Batalhão da PM, Claudemir Braz, a operação foi realizada por policiais militares que estavam descaracterizados para melhor resultado da missão, que era realizar a prisão de alguns traficantes do centro de Campo Grande.

“A gente está fazendo um trabalho de inteligência e com isso estamos prendendo muitos traficantes”, explica, ressaltando que essas operações já pararam 1 milhão de dinheiro do tráfico. Segundo ele, a observação e abordagem deste sábado (17) é resultado desses monitoramentos.

Claudemir conta que o apedrejamento da viatura da PM começou após abordagem dos cidadãos que estavam na praça da cidade, local comumente frequentado por moradores em situação de rua e usuários, segundo ele. “Vendo isso, os Guardas Municipais acabaram disparando balas de borracha contra as pessoas que estavam na praça”, lembra.

Em contra partida, o supervisor do dia da Guarda Municipal, Nilson Lira, afirma que a guarda já estava na região, realizando ronda. “Na verdade o que ocorre é que o pessoal estava fazendo uma ronda e o coronel da PMS pediu um apoio para a guarda durante a abordagem”.

Nilson reforça que a viatura da Guarda Municipal também foi atingida pelo ataque, causando danos de patrimônio no veículo. “E os disparos foi realizados mesmo após o pessoal ter atirado pedras na viatura”, explica.

Segundo cidadãos que presenciaram o acontecimento, uma mulher que é moradora em situação de rua e estava grávida foi atingida por um dos disparos. Ela foi levada para atendimento médico, enquanto outras três pessoas foram presas em flagrante.

Ainda segundo o comandante “os moradores e alguns comerciantes da região acabaram ficando revoltados com a abordagem”, ele acredita que seja devido aos lucros podem ser gerados na região devido a movimentação causada pelo tráfico de drogas. Claudemir informa que após a pandemia do , a PM também trabalha com abordagens para evitar a aglomeração de pessoas.

Veja também

Últimas notícias