Agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreenderam na manha de segunda-feira, no quilômetro 267, da BR-163, cinco toneladas agrotóxicos. A carga está avaliada em R$ 6 milhões estava sendo transportada em uma carreta.

Segundo o inspetor da PRF, Mário Rossi, os agentes estavam fazendo um trabalho rotineiro de fiscalização na frente da unidade operacional de Dourados e durante a abordagem de uma carreta e a checagem dos documentos do condutor, o mesmo se mostrou muito desconfortável.

“Ao analisarmos a carga, vimos que era de fertilizante e que também trazia escondida algumas caixas de agrotóxicos”, disse o inspetor, afirmando que esse tipo de procedimento tem sido recorrentes, mas que a quantidade, chamou atençao dos agentes.

Segundo o inspetor, os produtos não têm nenhuma certificação das autoridades do País e isso implica em risco às pessoas, casos sejam utilizados nas lavouras brasileiras. “O motorista nos relatou que esses fertilizantes foram carregados em Araucária e, complementou com o agrotóxico na região de Salto Del Guairá, nas proximidades de Mundo Novo, no MS e que a carga de veneno seria levada para Cuiabá”, disse Rossi.