Polícia

Namorado mata adolescente e diz que ela tentou jogar bebê do casal na parede em MS

Na madrugada desta quarta-feira (2), Lorraine da Silva Parrim, de 15 anos, foi vítima de homicídio em Caarapó, município distante 273 quilômetros de Campo Grande. Ela foi morta pelo namorado, de 22 anos, com um golpe de mata-leão e o caso é investigado como crime culposo. Segundo o registro policial, o fato aconteceu por volta […]

Renata Portela Publicado em 02/12/2020, às 08h47 - Atualizado às 08h56

(Ilsutrativa)
(Ilsutrativa) - (Ilsutrativa)

Na madrugada desta quarta-feira (2), Lorraine da Silva Parrim, de 15 anos, foi vítima de homicídio em Caarapó, município distante 273 quilômetros de Campo Grande. Ela foi morta pelo namorado, de 22 anos, com um golpe de mata-leão e o caso é investigado como crime culposo.

Segundo o registro policial, o fato aconteceu por volta das 3 horas desta quarta-feira. O rapaz de 22 anos contou para a polícia que o casal já estava deitado na cama quando o filho, que seria um bebê, começou a chorar. O jovem disse que tinha brigas constantes com Lorraine e afirmou na ocorrência que ela teria problemas psiquiátricos.

Assim, na madrugada, ele relata que ela teria ameaçado jogar o filho contra a parede, quando os dois brigaram. Neste momento ele pegou a criança do colo da mãe e ela teria pegado um facão, que deixava ao lado da cama. Depois, tentou golpear o rapaz, que se defendeu agredido a adolescente com socos.

Conforme o relato, a jovem caiu, mas ainda tentou esfaquear o namorado, que por fim deu um ‘mata-leão’ na vítima. Ele só a soltou quando ela ficou inconsciente. Ele ainda acionou a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, mas a jovem não resistiu e morreu no local.

O caso é tratado a princípio como homicídio culposo, quando não há intenção, mas será investigado.

Jornal Midiamax