Polícia

Acusado de matar o irmão que defendia mãe e cunhada de agressões ganha liberdade

Willian Fernando Dias de Oliveira, 28 anos, preso em flagrante em abril deste ano pelo homicídio do irmão, Rivaldo dos Anjos da Silva, de 24 anos, ganhou liberdade. Ele agora vai cumprir medidas cautelares enquanto responde pelo crime cometido em Rio Verde de Mato Grosso, a 194 quilômetros de Campo Grande. Assim, o réu deve […]

Renata Portela Publicado em 30/09/2020, às 12h59

Local onde aconteceu o crime / Arquivo
Local onde aconteceu o crime / Arquivo - Local onde aconteceu o crime / Arquivo

Willian Fernando Dias de Oliveira, 28 anos, preso em flagrante em abril deste ano pelo homicídio do irmão, Rivaldo dos Anjos da Silva, de 24 anos, ganhou liberdade. Ele agora vai cumprir medidas cautelares enquanto responde pelo crime cometido em Rio Verde de Mato Grosso, a 194 quilômetros de Campo Grande.

Assim, o réu deve se recolher em casa no período noturno e também nos dias de folga e está proibido de se ausentar da cidade, sem autorização judicial. Com isso, o descumprimento acarreta em decretação da prisão preventiva.

Homicídio e violência doméstica

No dia 29 de abril deste ano, Rivaldo foi morto a facadasao defender a mãe e a cunhada de agressões, por parte de Willian. Segundo a polícia, o réu procurou a delegacia e contou que tinha matado o irmão com facadas.

Então, revelou que estava bebendo com a família, quando começou a agredir a mãe e a esposa. Assim, o irmão foi defender as vítimas e acabou esfaqueado. Rivaldo ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

Jornal Midiamax