Polícia

Vendedor que estuprou filhas de casal de amigos é indiciado pela Justiça

A Justiça indiciou o vendedor de 39 anos por estupro de vulnerável após ele abusar de duas meninas de 6 e 7 anos, em Campo Grande, durante confraternizações que aconteciam na casa das crianças. Ainda será determinada ou não pela decretação de sua prisão. Segundo a delegada Anne Karine da Depca (Delegacia Especializada de Proteção […]

Thatiana Melo Publicado em 10/09/2019, às 10h02 - Atualizado às 11h30

Foi preso por policiais da Depca (Foto: Arquivo, Midiamax)
Foi preso por policiais da Depca (Foto: Arquivo, Midiamax) - Foi preso por policiais da Depca (Foto: Arquivo, Midiamax)

A Justiça indiciou o vendedor de 39 anos por estupro de vulnerável após ele abusar de duas meninas de 6 e 7 anos, em Campo Grande, durante confraternizações que aconteciam na casa das crianças. Ainda será determinada ou não pela decretação de sua prisão.

Segundo a delegada Anne Karine da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) agora é aguardado a decisão do juiz para a determinação ou não de sua prisão. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável.

Os crimes aconteceram entres os meses de março e abril deste ano durante festas que ocorriam a noite na casa dos pais das meninas, que seriam amigos de infância do suspeito. Ele aproveitava as confraternizações para abusar das irmãs.

As meninas não teriam contato de imediato o que acontecia para a mãe, que percebeu que uma das filhas estava ‘agoniada’, diferente. Foi então, que a criança contou que o homem havia passado as mãos nela e na sua irmã. Os pais das meninas foram até a delegacia e registraram o boletim de ocorrência. O vendedor foi ouvido e liberado. Ele negou os fatos.

Jornal Midiamax