Polícia

Trabalhador teve cabeça esmagada ao consertar máquina sem avisar colegas

A morte de Rosivaldo Pereira Alves, de 41 anos, que teve a cabeça esmagada por uma máquina de embalagens, nesta segunda-feira (1º) aconteceu depois que colegas da fábrica ligaram o equipamento, onde a vítima fazia reparos. O acidente aconteceu na cidade de Dourados – a 225 quilômetros de Campo Grande – e informações da polícia […]

Thatiana Melo Publicado em 02/04/2019, às 07h58 - Atualizado em 03/04/2019, às 11h21

None

A morte de Rosivaldo Pereira Alves, de 41 anos, que teve a cabeça esmagada por uma máquina de embalagens, nesta segunda-feira (1º) aconteceu depois que colegas da fábrica ligaram o equipamento, onde a vítima fazia reparos.

O acidente aconteceu na cidade de Dourados – a 225 quilômetros de Campo Grande – e informações da polícia são de que Rosivaldo mais um colega teria ido até os fundos da fábrica, onde ficava a máquina para fazer reparos no equipamento, mas a dupla não teria avisado os outros colegas.

Mas, outros dois funcionários que também estavam tentando descobrir o problema do equipamento acabaram ligando a máquina e Rosivaldo teve a cabeça esmagada, segundo o site Dourados News. O socorro chegou a ser chamado, mas a vítima morreu no local.

Ainda segundo informações, a máquina faz um ruído muito alto e os funcionários usam um abafador de som e não teriam percebido que Rosivaldo estava no local.

Jornal Midiamax